VIKINGS 4ª TEMPORADA EPISÓDIO 15

STAR WARS UMA HOMENAGEM A PRINCESA LEIA:

VIKINGS 4ª TEMPORADA EPISÓDIO 14

VIKINGS EP15 E 16 - MATÉRIA ATUALIZADA:

7 de mar de 2015

Vikings 3ª temporada - episódio 3 e 4

 SEÇÃO SUPER SÉRIES 




 TRAILER DO EPISÓDIO 4:




 A 3ª temporada dos vikings anda com pitada de romances jamais imaginados, desejos proibidos, batalhas sangrentas; e como de costume, conspirações e traições.


 Banho de Sangue 


 Os efeitos da guerra podem causar danos catastróficos para seus combatentes caso fiquem gravemente feridos. 



 E um dos homens de Ragnar após perder o braço, decidi ir ao encontro da morte enfrentando sozinho os inimigos.


 Inicialmente os primeiros episódios da 3ª temporada consistem na lua de Ragnar em tomar o grande reino da Mércia... 




 ...para o controle da princesa Kwenthrith, num acordo amigável feito com o rei de Wessex. 



 Amores proibidos e despropriáveis 

 E falando no rei Ecbert, de Wessex, este por sorte do destino acaba conquistando com seu cavalheirismo e bondade a Lagertha, ex-esposa de Ragnar. A Lagertha cai de vez aos encantos do rei, sendo vista por alguém que realmente gostaria de estar fazendo isso com o Athelstan: a princesa casada com o filho de Ecbert (o príncipe Aethelwulf) que está perdidamente apaixonada pelo ex-monge cristão.


 A garota se chama Judith, e não consegue esconder seus sentimentos para com o próprio Athelstan, que não demonstra ceder a tentação. Aí entra aquele drama de conflitos fictício da época: envolvendo religião, casamento, amor proibido e adultério. 


 Sacrifício ao deus da colheita 

 Já avisando que o episódio 3 é o fim da guerra da Mércia. E este episódio termina com um ritual pagão, oferecido ao falso deus da fartura Frey, havendo Lagertha como destaque ao banho de sangue sobre ela.


 Se você pensou que o episódio 4 seria apenas uma série de envolvimentos amorosos como visto no trailer, se enganou. Mais intenso do que o episódio 3, o episódio 4 é tomado de: mortes, traições e assassinato. 




 Trabalhando em cima do drama em determinados personagens: uma batalha sangrenta também pode ferir gravemente uma mulher caso participe da luta. Aqui a vítima é Porunn. Seu rosto foi violentamente danificado, levando a perguntar se Bjorn ainda casaria com ela nesse estado de monstruosidade que a marcou.



 Sobre as traições, não precisa dizer que o episódio 3 apenas conseguiu armar o cerco para que elas viessem acontecer neste quarto episódio.



 As traições aqui são várias: da adulteras, levada a louca paixão,... 



 ...onde sentimentos se tornaram maiores do que os acordos entre reis feitos para com seus filhos ficarem casados.



 Há também traições bem piores: onde descendentes, filhos de antigos inimigos já mortos, unem se a convite de poderosos (antes amigos) para enfrentar os que possuem em comum.



 Como no caso do traidor Kalf, que assumiu o cargo de Earl de Lagherta sem ela saber; e que trouxe para junto de si o filho de Horik (rei morto por Ragnar), Erlendur, numa forte aliança.



 Falando em morte, Siggy falece dentro das águas geladas ao salvar as duas crianças de Ragnar que afundaram no gelo.



 Essa foi uma personagem muito importante na 1ª temporada, e que acabou tendo sua participação enfraquecida dentro da história da terceira temporada. 



 Sobre Kwenthrith, ela é mais monstro do que imaginávamos. Diante de seus objetivos obscuros, ela trai assassinando o próprio irmão para assumir o trono da Mércia como governante dela. Algo que os convidados de honra não esperavam que ela viesse a cometer.



 Nisso, ninguém quis tomar o vinho, tacando o fora, já que temiam pudessem ser envenenados também por ela.  



 Muito bom os episódios dos Vikings, melhor do que esses só mesmo os próximos episódios a virem.